4º Dia da Novena de Aparecida 2018

482

Com Maria e Jesus, somos servidores do Reino!

“Perseverando junto aos apóstolos à espera do Espírito, Maria coo­perou com o nascimento da Igreja missionária, imprimindo-lhe um selo mariano e maternal, que iden­tifica profundamente a Igreja de Cristo” (Doe. 105 CNBB, n. 114).

  1. Acolhida

(Procissão de Entrada)

  1. Saudação Litúrgica

P.: Em nome do Pai  e do Filho e do Espírito Santo.

Amém!

P.: Ó bela e incomparável Senhora de todos os tempos e de todas as horas, restaurai em nós a vida tão fragmentada por causa de muitas opções erradas.

– Como a brisa leve da manhã, tocai nossa existência com a sua­vidade de vosso amor e ternura. Amém!

  1. Contemplando Maria

(Entronização e incensação da Imagem. Logo após, fazem-se a contemplação e a recordação da vida que seguem. Durante a incen­sação da imagem, silêncio orante.)

P.: Maria, vosso Filho Jesus Cris­to encontrou-se com um cego de nascença. Enquanto ele era o destinatário das obras de carida­de, ninguém se preocupava com sua verdadeira liberdade. Mas vosso Filho o surpreendeu:

  libertou-o de sua dor, curando sua cegueira!

L: Jesus ungiu os olhos do cego com barro, símbolo da nova cria­ção, e o mandou lavar-se nas águas, relembrando seu batismo.

Mãe do Redentor, vós nos ensi­nastes que é feliz quem se dispõe a servir no amor!

L: É bendito o coração de quem sabe reconhecer quanto amor o Senhor nos tem e sai a proclamar, na própria história, a presença amorosa do Deus, que se faz pre­sente em nosso agora.

Bendita sois, ó Nossa Senhora, que tudo fizestes para nos trazer a paz!

L: Maria, tocam nossa vida e nos­sas decisões vossa simplicidade e humildade. O que vós buscastes nesta vida, senão servir a Deus com toda a força de vosso coração?

  Vós fostes a fiel servidora, a bênção divina que trouxe o Céu à Terra!

P.: Como a estrela que mais brilha no céu, sois vós, ó Maria, a cria­tura mais fiel da face da terra no serviço de amor a nosso Senhor – e na vida de todos nós, pobres peregrinos desta terra. Amém!

Recordando a Vida e os fatos IDOSO(A): Depois daquele triste episódio da quebra da imagem, ela precisou ser encaminhada para ser restaurada, até mesmo reconstruí­da, porque eram muitos os frag­mentos. Depois de muita procura de quem poderia assumir tão no­bre, também difícil e exigente desa­fio, foi encontrada pessoa prepara­da no Museu de Arte de São Paulo

–  MASP. E a jovem artista plástica Maria Helena Chartuni recebeu tão desafiadora incumbência de devol­ver reconstituída tão nobre herança dos brasileiros. Ela pensou então: “O que vou fazer agora? A Senhora me colocou em um problemão e precisa me ajudar a sair dele”. Nos­sa Senhora não a abandonou, e ela conseguiu, com agilidade, nobreza e delicadeza, o que parecia impossível.

CRIANÇA: Ó Mãezinha, quantas pessoas chegam pertinho da Senho­ra cheias de dificuldades, e vós com tanto carinho as ajudais a recuperar a vida, a dignidade e a paz. Obrigado, Mãezinha, por vosso amor. Amém.

  1. Louvores e súplicas a Maria P.: Maria, os pescadores esperaram a hora da plenitude, por isso não jogaram fora o mistério encontrado, mesmo que parecesse incompleto.

  E a hora de Deus não demo­rou a chegar. No primeiro sinal, a abundância de peixes!

P.: Assim também é nossa vida, ó Maria, vós bem o sabeis. Dia a dia, vamos construindo e encontrando

o amor e o abrigo de que tanto precisamos, ó Mãe querida!

P.: Aceitai, pois, ó Mãe bendita, nos­so louvor, nossa súplica e fazei-nos sempre fortes no amor. Amém.

-Senhora e Mãe Aparecida, Maria, clamamos a vós!

-guardai-nos em vosso coração.

-Concedei-nos a paz e a união. Lá no céu, rogai a Deus por nós!

-Ó Senhora dos Anjos e dos Santos. Maria, clamamos a vós!

-fazei-nos servidores do Reino.

-Guiai-nos no caminho de Jesus. Lá no céu, rogai a Deus por nós!

-Ó Mãe bendita da Igreja, Maria, clamamos a vós!

-fazei-nos crescer na caridade.

-Na missão inspirai o cristão Leigo. Lá no céu, rogai a Deus por nós!

P.: Rogai por nós, ó Santa Mãe do Redentor, nosso Salvador, vós que fostes fiei servidora do Evangelho; -confirmai-nos como vosso povo, no caminho de Jesus, vosso Filho. Amém!

  1. Palavra de Deus

P.: A Palavra do Senhor é como a aurora em cada amanhecer; vai dissipando as trevas -e trazendo a luz que nos alumia!

P.: Como a luz rompe a sombra da noite, quem se deixar penetrar pela verdade de Cristo

  viverá na liberdade e terá os mesmos sentimentos de Jesus!

P.: Caminhando na humildade, ex­perimentamos aqui a eternidade e reconhecemos, com amor,

que Jesus se despojou para nos­sa redenção. Amém!

(Acolhimento da Palavra do Senhor)

Cântico à PALAVRA DO SENHOR

– Anúncio – Humilhação de Cristo

  Fl 2,5-11

sTende em vós os mesmos sentimen­tos de Cristo Jesus:6 apesar de sua condição divina, ele não reivindicou seu direito de ser tratado como igual a Deus. 7Ao contrário, aniquilou-se a si mesmo e assumiu a condição de servo, tornando-se semelhante aos homens. 8Por seu aspecto, reconhe­cido como homem, humilhou-se, fazendo-se obediente até a morte, e morte de cruz. 9Por isso Deus o ele­vou acima de tudo e lhe deu o Nome que está acima de todo nome, 10de modo que ao nome de Jesus todo joelho se dobre nos céus, na terra e debaixo da terra, ne toda língua pro­clame que Jesus Cristo é o Senhor para a glória de Deus Pai.

– Palavra do Senhor.

Graças a Deus!

(Mensagem)

  1. Compromisso Solidário

P.: Ó Maria, vós fostes servidora fiel no Reino do Senhor e vos dispuses-tes a servir a Deus em primeiro lugar.

  Seguindo vosso exemplo, se­remos também, ó Maria, servi­dores fiéis em nossas Comuni­dades!

L: Gesto tão profundo, impossível de ser medido, foi o daquele dia em que fostes, apressadamente, à casa de Isabel, para servi-la com amor terno e compassivo,

  pois também ela servia com alegria ao Deus da vida!

L: Trazei-nos, ó Maria, o vinho novo de Cana da Galileia, onde vós pedistes aos que serviam que escutassem a voz de vosso Filho.

  Quem escuta o que diz Jesus vive em sua luz e serve de coração aos irmãos que mais precisam! P.: Guiai-nos, ó Mãe bendita, no caminho de Jesus e não deixeis que nada nos seduza, a não ser o amor mútuo.

Fazei-nos servidores fiéis e des­temidos do Reino do Céu aqui e agora. Amém!

(Procissão da Caridade – Oferta dos Alimentos)

  1. Por Maria a Jesus

L: Ó Maria, que nos trouxestes o insondável amor, Jesus, o Verbo eterno do Pai encarnado entre nós,

   fazei-nos compreender como devemos viver tão grande amor em cada dia!

L: Quando nós, ó Maria, abrimos o coração com sinceridade e cor­remos ao encontro da Eucaristia, sentimo-nos acolhidos e abraçados

  pelo Amor tão vivo e tão real, que é Jesus presente no sacra­mento do altar!

L: Ajudai-nos, Mãe bendita, a ter a alegria dos pássaros que cantam e das flores que enfeitam, pois en­tre nós está o Filho encarnado do Pai, que de vós nascestes e é nos­so Redentor.

Vinde, Jesus, nosso Deus e Se­nhor, Filho eterno do Pai presen­te em tão nobre sacramento do altar. Amém!

(Acolhimento, Exposição e Adora­ção do Santíssimo)

  1. Diante de Jesus, Pão da Vida

P.: Jesus, vós estais presente na Eucaristia, Pão sem igual, pois sois, vós mesmo, nosso Deus e Senhor.

A vós, Senhor, nosso amor, nos­so louvor e nossa gratidão pelos séculos sem-fim!

P.: A vós nosso louvor, Filho de Deus, nascido de Maria. Vós so­frestes por amor de nós e vos imo­lastes no duro e frio sacrifício da cruz, só por causa de vosso amor salvífico por nós.

  Ó Luz divina e eterna, dissipai as trevas e fazei a paz morar en­tre nós!

P.: Sede para nós o eterno penhor, nossa certeza de vida e de salva­ção, ó Jesus, Filho de Deus, Filho de Maria.

Graças e louvores sejam dados, a cada momento, ao Santíssimo e Diviníssimo sacramento!

  1. Bênção do Santíssimo

(Cântico “Tão Sublime”, p. 3)

  1. Caminhando com Maria

P.: Rogai por nós, ó Senhora Apa­recida, Mulher servidora do Reino,

  para que sejamos dignos das promessas de Cristo!

P.: Maria, ajudai nossas Comunida­des a serem restauradoras da vida fragmentada de tantos irmãos e ir­mãs, vítimas das injustiças e da má administração do bem comum. .

  Fazei-nos, ó Senhora, servido­res de Jesus, cheios de misericór­dia e compaixão. Com amor, nós nos consagramos a vós.

(Consagração a Nossa Senhora, p. 6)

  1. Oferta das Flores

L: Ó Maria, caminhai conosco em romaria nas estradas desta vida. Nossas mãos carregam a esperan­ça de ver um dia o mundo sem dor, discriminação ou exclusão, cheio de beleza, como a de uma flor.

  São bonitas demais a vida e a paz, como as flores e os jasmins de nossos jardins!

L: Em procissão e em romaria, fazemos o grande mutirão dos que defendem, promovem e res­peitam a vida, tão ameaçada em nossos dias.

Ofertar a flor é ofertar o amor e se alegrar com a esperança

L: de um mundo bonito, sem ódio e sem dor. Ajudai-nos, ó Mãe, a servir com dedicação a quem de nós espera um pouco mais de ca­lor e ternura.

Obrigado, ó Mãe, por tanta ter­nura e carinho para com vosso povo peregrino! Amém!

  1. Envio Missionário

P.: Que a bondade do Senhor pe­netre em sua vida como a luz do sol penetra em todos os cantos da terra.

Amém.

P.: Disponde vosso coração para amar a todos, da vida indefesa até o mais frágil deste mundo.

– Amém.

P.: A você que hoje rezou e se encantou com a presença do Senhor e de Maria: que o cami­nho seja brando sob seus pés e a brisa da manhã sopre leve sobre sua vida… Que o sol brilhe forte, dissipe toda treva e ilumine seus caminhos… Que as chuvas caiam serenas e fecundem os campos e as florestas… O Senhor o envolva no abraço de seu amor misericor­dioso, guarde-o na palma de suas mãos, como uma criança recém–nascida, e o abençoe rica e po­derosamente, em tudo e sempre. Amém! Aleluia, agora e para sempre. Amém.