A arte de orar

370
A arte de orar

Quando me perguntam se orar é fácil, eu digo que não é. Mas ao mesmo tempo eu digo que pode ser.

A leitura orante da Palavra de Deus ou Lectio Divina, nos leva a uma intimidade mais profunda e simples com o Senhor.

À semelhança de uma escada, essa modalidade de oração apresenta-se com quatro degraus: Leitura – Meditação – Oração – Contemplação.

Escolha um cantinho sossegado. Peça a ajuda do Espírito Santo. Silencie a sua alma. Tome uma das leituras do dia, seu caderno de anotações, a caneta e…

Leitura – Lenta, sem pressa. Uma ou mais vezes.  Responda pra você: O que o texto fala?

Meditação – Com a imaginação – e de olhos fechados – percorra as cenas, “entrando'”nelas. Responda pra você: ‘O que o texto me fala?’ (é o que mais lhe tocou). Esta é a Palavra do Dia que você deve viver.

Oração – Agradeça, peça, suplique, louve, glorifique o Senhor. É a sua resposta ao Deus que lhe falou primeiro.

Contemplação – Aqui as palavras calam. Silencie. Entregue-se, e adore. “Derrame” o seu coração no coração do Senhor.

Pronto! Agora é só vivenciar o que Deus lhe falou. “Qual o fruto mais saboroso dessa oração?” A transformação pessoal. Quem orar, verá!

Paz e Luz

Leia mais obras do autor:

Minhas Reflexões (início da página)

Antonio Luiz Macêdo