A montanha mágica

Que as dificuldades não impeçam de alcançarmos nossos objetivos

4418
Ajude-nos a Evangelizar

Dois amigos ouviram falar de uma montanha mágica, que transformava quem conseguisse alcançar o seu topo em um grande homem. E lá foram os dois em busca desse ideal.

A princípio, a escalada foi fácil. Mas logo ficaram cansados.

Um deles, frente às dificuldades, desistiu e voltou para casa. O outro, mesmo sozinho, seguiu em frente.

Atravessou rios, matas, abismos… Passou frio, fome, venceu o medo, a insegurança, o desânimo.

Às vezes, quando ouvia lobos tão próximos, pensava em voltar. Mas logo dava mais um passo.

Cruzou cavernas escuras, escalou rochas, abriu caminho em despenhadeiros… Até que, finalmente, chegou ao topo, onde as nuvens descansam.

É tão perto do céu, pensou ele, que esta é mesmo uma montanha mágica.

Para alcançar o cume, o jovem experimentou os limites de suas forças, e testou sua determinação. Conseguiu afastar o desânimo, disciplinar a vontade e exercer a persistência.

Agora, ele era um vencedor, um grande homem, que havia vencido a si mesmo.

Ideal é o objetivo que damos para a nossa vida, a razão pela qual vivemos. É uma meta, um sonho. O objetivo torna-se uma luz que brilha na nossa frente e nos impulsiona a caminhar e a vencer todos os obstáculos. Resumindo, ideal é o sentido que damos para a nossa vida.

As flores são belas. Mas não existem apenas para isso. O seu “ideal” é dar cada uma o seu fruto. Assim somos nós.

Pe Queiroz