A alegria de desfrutar dos nossos próprios esforços

34
A alegria de desfrutar dos nossos próprios esforços
Ajude-nos a Evangelizar

Não há alegria maior do que desfrutar aquilo que conquistamos com nosso suor e trabalho

A Palavra de Deus nos mostrar a alegria e as graças alcançadas de desfrutar dos nossos próprios esforços.

Medite a Palavra de Eclesiastes 2,24-26:

“Nada é melhor para alguém do que comer e beber, e exibir os frutos de seus trabalhos: e vejo que isso vem da mão de Deus. Pois quem pode comer e gozar de delícias separado dele? A quem é bom na sua presença, ele dá sabedoria, conhecimento e alegria; ao pecador, porém, impõe a aflição de colher e ajuntar, para depois entregar a quem agrada a Deus. Isso também é vaidade e aflição do espírito.”

A verdade nos liberta desses apertos inúteis, que são apenas uma ilusão na nossa vida; e a Palavra também nos abre os olhos para podermos enxergar e aproveitar o que, de verdade, vale a pena e nos põe a questão de que não há coisa melhor do que descansar após trabalhar.

Mesmo que conquistemos pouco, que alegria temos quando o conquistamos com nosso esforço, com nossa competência! O pouco com Deus é muito, pois Ele transforma o pouco em muita alegria. Não existe nada como desfrutar do que conquistamos, porque foi alcançado com dignidade.

A Palavra nos fala em comer, beber e exibir os frutos do nosso trabalho; ela, no entanto, não se refere a esfregá-los na cara dos outros, mas sim contemplá-los. A alegria em ver os frutos do nosso trabalho, ver o crescimento dos nossos filhos que crescem em graça, mesmo tendo sido duro corrigir quando era possível.

Isso tudo acontece com quem é bom na presença de Deus. Mas quem se afasta d’Ele colhe e junta também esses frutos, só que não desfruta deles. A nós cabe planejarmos e prepararmos nossos planos, mas é de Deus que vem a execução, e só dá certo se Ele abençoa.

Sem Deus somos só casca, mas com Ele somos fortes e evitamos cair, com frequência, por estarmos vazios de Deus. Os frutos do nosso trabalho estão nas mãos do Senhor, a nossa parte é semear.

Márcio Mendes
Missionário da Comunidade Canção Nova
www.cancaonova.com