A Arca da Aliança

9
A Arca da Aliança

Das manifestações de Deus ao seu servo Moisés, duas merecem considerações especiais. A primeira encontra-se narrada no Livro do Êxodo 3,1-2. Um arbusto (sarça) que queimava e não se consumia. E a segunda encontra-se também no Livro do Êxodo 31,18; 32,15-16. Os dez mandamentos entregues por Deus em duas tábuas de pedra. Aqui se encontra a presença do Deus de Abraão, de Isaac e de Jacó.

Após esses acontecimentos, a presença viva do Senhor dos Exércitos era representada através da ARCA DA ALIANÇA. De que era constituída? Toda a descrição encontra-se em Êxodo 25,10-22. Todos os detalhes: medidas de largura, comprimento, espessura, profundidade, tipo de madeira… Sinais da Perfeição, porquanto ela iria conter a presença do Perfeito através das duas Tábuas da Lei, colocadas no seu interior.

Onde a Arca estava, Deus lá estava também. Na travessia do rio Jordão, comandada por Josué, ela foi fundamental. Após sete dias de cerco à cidade de Jericó, as muralhas ruíram porque o Senhor estava lá. A importância da Arca era tanta que, no Templo de Jerusalém, ele permanecia num lugar especial denominado Santo dos Santos, separado por uma grande cortina, e onde apenas o sacerdote poderia visita-lo uma vez por ano, a fim de pedir a Deus perdão pelos pecadores.

Nos dia de hoje esta Arca recebe outro nome: SACRÁRIO. Lá Jesus se faz prisioneiro por nós. “Estive preso e viestes me ver.” (Mateus 25,36) Ele está esperando por mim e por você.

Paz e Luz

Leia mais Artigos, Poesias e Trovas do autor:

Em Poucas Palavras

Poesias & Trovas

Acesse também:

Evangelização Católica

Antonio Luiz Macêdo