Encontro de perseverança: A Eucarístia

390
Encontros de perseverança

Eucaristia é uma celebração da Igreja Católica para lembrar da morte e ressurreição de Jesus Cristo, é também chamada de comunhão. A eucaristia é o próprio sacrifício do corpo e do sangue de Jesus, é o banquete de Deus, onde Ele reparte o pão e o vinho, representado pela hóstia, e relembrando o momento que Jesus o fez, com seus apóstolos, e cada indivíduo tem o direito de fazer a comunhão. Antes da comunhão, as pessoas têm que estar livres dos seus pecados, fazendo a confissão para um padre. Para receber a Primeira Comunhão é necessário que a criança aprenda o fundamento da Igreja Católica como os 10 mandamentos, os 7 sacramentos da Igreja, e também conhecer a vida de Jesus. A primeira comunhão é levada para sempre com nós, a cada missa que você participa você se renova mais, e ela é a força para que você continue nos caminhos de Jesus participando da perseverança, crisma e assim por diante.

  • A palavra Eucaristia significa AGRADECIMENTO
  • A Eucaristia é um dos 7 Sacramentos da Igreja (os outros 6 são: Batismo, Crisma, Perdão, Matrimônio, Ordem e Unção dos Enfermos).
  • Foi Jesus que instituiu, que criou a Eucaristia. Isso aconteceu durante a última refeição de Jesus com os seus amigos.
  • Sentidos da Eucaristia:

1º sentido =  A Eucaristia é alimento:

Jesus quis permanecer para sempre no meio de nós. Então, qual a maneira que Ele escolheu para permanecer no meio de nós?   Através do  PÃO e do VINHO. 

O Pão é alimento, sustenta a nossa vida; é um alimento comum em quase todos os povos da terra. Também, para se chegar ao pão, foi preciso o trigo, que foi triturado, para se fazer pão.

O vinho lembra festa, alegria; mas também, por sua cor, lembra sangue. Vem da uva, cujos grãos também foram amassados, triturados.

Jesus quer alimentar a nossa vida. Como Ele mesmo falou: “Eu sou o Pão da vida. Quem comer deste pão, nunca mais terá fome”. Nós temos fome de alimento, precisamos de comida, sim. Mas, também, temos fome de amor, de bondade, de paz, de amizade. E Jesus é o maior amor de nossa vida. Ele nos dá a paz, é o nosso maior amigo. Ele é a Bebida de que precisamos. Ele é o Alimento que nos sustenta.

2º sentido:  =  A Eucaristia é partilha:

Jesus ensinou todo mundo a repartir, tudo o que somos e tudo o que temos. Quem é cristão, cristã, não pode ser uma pessoa egoísta, que concentra as coisas, os bens só para si mesmo. Quem ama reparte.

As injustiças, as desigualdades sociais e econômicas são um dos maiores pecados do mundo. Quanta gente passando fome, quanta gente sem terra e sem moradia, quantas pessoas, crianças, jovens e idosos abandonados, por falta de amor, de partilha, de justiça.

Jesus ensinou a partilhar. Na celebração da Eucaristia, um pouco antes do momento da comunhão, o padre pega o Corpo de Cristo, presente na hóstia consagrada, e vai repartindo, para dar em comunhão a todos os participantes da celebração. Esse gesto lembra o que Jesus fez e pediu para que o fizéssemos: “Jesus pegou o pão, agradeceu ao Pai, o partiu, e deu aos seus discípulos…”

Portanto, que recebe a Comunhão, a Eucaristia e é uma pessoa egoísta, que acumula riquezas e não reparte, não está vivendo, nem pondo em prática a Eucaristia.

3º sentido:  =  A Eucaristia é compromisso com a Vida

Quando nós recebemos Jesus na Comunhão ou Eucaristia, estamos recebendo O Pão da Vida. Como dissemos, Jesus quis ser um Pão para todos, para que todo mundo esteja alimentado por Ele. Então, assim alimentados, devemos, também nós, ser um pão na vida dos outros.

Que recebe Jesus em Comunhão é convidado a ajudar sempre as pessoas, a realizar o bem, a ter amor pelo próximo. Que valor teria a gente comungar com Jesus e não praticar o bem, a bondade, a paz, a justiça, o amor? Seria falsidade de nossa parte.

Portanto, a Eucaristia é um presente de Deus para nós: Deus Pai nos deu Jesus. Mas, a Eucaristia é também um compromisso de IR até as pessoas, levando a amizade, ajudando a construir relações fraternas, ou seja, de irmãos e irmãs uns com os outros, como fez o próprio Jesus.

Em um mundo que precisa tanto de VIDA, nós, que estamos em comunhão com Jesus e com os próximos, somos chamados por Deus a ser CONSTRUTORES DA VIDA: na família onde vivemos, na escola, no bairro, no lazer, em todos os ambientes onde vivemos. Como dissemos acima: temos o compromisso de SER PÃO, de SER VINHO, ou seja, de dar sabor gostoso, como o vinho saboroso, que muitas pessoas gostam de beber.

A Eucaristia é um convite a DOAR A VIDA, A NOS DEDICAR AOS OUTROS, sem nenhum outro interesse, a não ser por puro AMOR.

Há 2 passagens da Bíblia que nos falam diretamente sobre EUCARISTIA:

  • 1 Coríntios 11, 23-26 (é o escrito bíblico mais antigo que fala sobre a Eucaristia)
  • João 6, 1-14 e  João 6, 35-50

* A Comunhão muda alguma coisa em nossa vida e no mundo?

Eucaristia: é COMUNHÃO

Um dos grandes sonhos de Jesus é que ninguém vivesse sozinho, isolado, mas todos vivessem unidos, em comunhão. Daí, inclusive um dos sentidos da Eucaristia: comunhão.

Eucaristia: é FRATERNIDADE

Viver em comunhão é a gente ser fraternos uns com os outros, ou seja, todos e todas serem irmãos e irmãs. Viver com amizade, querendo e fazendo o bem, com compreensão, respeito uns pelos outros, havendo perdão sempre que precisar.

Nunca negar a comunhão

Uma pessoa que recebe a Comunhão, ou seja, a Eucaristia, mas maltrata o seu próximo, é egoísta, em vez de unir os outros, vive só criando problemas, desunindo, está negando a comunhão.

Eucaristia: é viver em Comunidade, ser Igreja

Por isso que a palavra Igreja quer dizer Comunidade, gente reunida, Assembleia. A Igreja é uma grande família, que se reúne na fé, no amor em Jesus Cristo, pelo Espírito Santo. Nesta família que é a Igreja, se reúnem pessoas de lugares diferentes, de culturas diferentes, de etnias diferentes (negros, brancos, amarelos = orientais). Não importa a cor da pessoa, a região de onde veio, de qual ou qual profissão. Importa o amor a Jesus e ao próximo. Importa a fé e a prática de vida, que conduz para o bem, para a justiça e a fraternidade. Isso é comunhão.

Eucaristia: é ter compaixão

Quando a gente se reúne em Comunidade, em Igreja, conhecemos mais e novas pessoas. Sabemos das alegrias e sofrimentos dos outros; não num sentido de fofoca, de ficar falando mal dos outros. Pelo contrário. Conhecendo as pessoas, queremos ajudá-las. Quem está sofrendo, a superar a dor, a superar os sofrimentos. Eucaristia é sofrer com quem sofre, é sem alegrar com quem se alegra. Isto é ter compaixão dos outros.

  • Na Bíblia existem muitas passagens que nos falam de viver em Comunidade, de ser Igreja.

Destacamos 3:

  • Atos dos Apóstolos 2, 42-47 (é uma passagem bem conhecida)
  • Atos dos Apóstolos 4, 32-35 (também é bem conhecida)
  • Romanos 12, 9-13 (esta passagem é muito bonita e menos conhecida)

Por nossa Catequista: Gabriely Fernanda Bataier
www.catequesecatolica.com.br