Feliz Páscoa!

Feliz Páscoa!

Aleluia! Ele está ressuscitado!

Dizer essas palavras é como beber um copo de água fria depois de passar o dia todo no deserto. A Quaresma acabou e agora é hora de celebrar a grande alegria da Páscoa!

Na Vigília Pascal, o Glória é cantado enquanto a missa começa na escuridão, iluminada apenas por velas em toda a igreja. O Glória é um belo hino de regozijo no triunfo de Cristo sobre o pecado e a morte. Uma parte afirma:

Ó pecado verdadeiramente necessário de Adão, completamente destruído pela morte de Cristo! Ó feliz culpa que nos foi concedida, tão glorioso Redentor!

Esta linha se destaca porque chama o pecado de Adão de “necessário” e se refere a ele como “Ó culpa feliz”. A princípio, isso pode parecer estranho. Por que é que nos referimos ao pecado de Adão, o Pecado Original, como “necessário” e “feliz”. A resposta é a Páscoa. É porque Deus, em Sua perfeita sabedoria e amor, tomou o pecado e a conseqüência do pecado (morte) e os usou como meio de salvação do mundo. Isso é o que a Páscoa é tudo!

Isso pode ser difícil de compreender, então vale a pena pensar mais profundamente. Sem o pecado de Adão, não haveria Jesus. Deus não teria que se tornar um de nós. Assim, embora o pecado original de Adão, assim como todo o pecado futuro, seja mau e errado, Deus em Seu perfeito poder e amor escolheu usá-lo como o próprio meio da salvação do mundo. Como? Permitindo que os pecados do mundo o perseguissem e crucificassem, e então, transformando o sofrimento e a morte nos próprios meios de salvação. Jesus destruiu o pecado destruindo as conseqüências do pecado que é a morte. A morte perde na ressurreição! A ressurreição de Jesus tira os efeitos de todo pecado para aqueles que se apegam a ele.

A Páscoa é uma época em que devemos fazer exatamente isso. Nós devemos “nos apegar” ao nosso Senhor ressuscitado! Nós devemos nos apegar a Jesus que está vivo e bem. Devemos nos apegar à Sua ressurreição e nos esforçar para compartilhar dela. Como nos apegamos ao nosso Senhor ressuscitado? Existem muitos caminhos. Aqui está um.

Tome alegria em tudo. Comece com o que é que mais lhe sobrecarrega. Seja o que for que te faça ficar bravo, triste ou deprimido. Seja o que for, pode potencialmente se tornar uma de suas maiores fontes de graça e alegria. Sério, pode. Se a Crucificação brutal de Jesus, o Filho de Deus, pode se tornar o maior evento de toda a história humana, então seu sofrimento pessoal, seu fardo ou até mesmo seu pecado podem se tornar uma fonte de grande alegria contanto que você deixou Deus transformá-lo em parte de Sua ressurreição!

Este é o significado da Páscoa! Páscoa significa que nada pode nos impedir da alegria que Deus quer nos dar. Nada pode roubar essa alegria. Claro, às vezes nos esforçaremos como Jesus fez na Agonia do Jardim e na Via Dolorosa (Via Sacra), mas esses sofrimentos não vencerão. A ressurreição venceu com Cristo e vencerá conosco quando nos apegarmos a ele. Jesus perseverou e, no final, se levantou vitorioso. Esta é a Páscoa!

Saiba que Deus quer que você experimente a alegria da Páscoa em sua vida. Deixe que Ele te encha de esperança e com a alegria que só a Ressurreição pode trazer. Deus quer que a Páscoa comece agora em nossas vidas! Feliz Páscoa!

Senhor, ajuda-me a agarrar-te a ti na tua ressurreição. Ajude-me a deixar você transformar toda cruz e fardo em minha vida em alegria. Senhor, que sua alegria encha minha vida e seja minha força em todas as coisas. Jesus eu confio em vós.