Mateus 10, 7-15 a missão dos doze

193
Estudo do Evangelho

“Você recebeu sem pagar, dá sem pagar”

Escritura:   Mateus 10, 7-157

Prega como vai, dizendo: O reino dos céus está próximo. 8 Cura os enfermos, ressuscita os mortos, limpa os leprosos, expulsa os demônios. Você recebeu sem pagar, dar sem pagar. 9 Não tomes ouro, nem prata, nem cobre em vossos cintos, 10 nem saco para a tua viagem, nem duas túnicas, nem sandálias, nem cajado; pois o trabalhador merece sua comida. 11 E seja qual cidade ou vilarejo você entrar, descubra quem é digno dela e fique com ele até que você parta. 12 Ao entrar na casa, saudai-a. 13 E se a casa for digna, vossa paz venha sobre ela; mas se não for digno, deixe a sua paz voltar para você. 14 E se alguém não te receber ou ouvir as tuas palavras, sacuda o pó dos teus pés ao sair daquela casa ou cidade. 15 Em verdade, em verdade te digo que será mais tolerável no dia do juízo sobre a terra de Sodoma e Gomor.

Estudo do Evangelho: : Jesus deu aos seus discípulos uma comissão dupla: falar em seu nome e agir com o seu poder. O cerne da mensagem do evangelho é bastante simples: o reino (ou reinado) de Deus é iminente!  Qual é o reino de Deus? É essa sociedade de homens e mulheres que se submetem a Deus e que o honram como seu Rei e Senhor. Na oração do Senhor, oramos para que Deus reine em nossas vidas e em nosso mundo: Que venha o seu reino e que a sua vontade seja feita na terra como no céu. Jesus também comissionou seus discípulos a continuar as obras que ele fez – trazendo o poder de cura de Deus para os cansados ​​e oprimidos.

Jesus disse aos seus discípulos: Livremente você recebeu, dá livremente. O que eles receberam de Jesus, eles devem passar para os outros sem esperar remuneração. Eles devem mostrar por sua atitude que seu primeiro interesse é Deus, não ganho material. Eles devem servir sem dolo, cheios de caridade e paz e simplicidade. Eles devem dar toda a sua atenção à proclamação do reino de Deus e não serem desviados por outras coisas menores. Eles devem viajar com luz – somente tomar o essencial e deixar para trás o que os distrair – para se concentrar na tarefa de falar a palavra de Deus. Eles devem fazer o seu trabalho, não pelo que podem obter, mas pelo que podem dar livremente aos outros, sem esperar privilégios ou recompensas especiais. “Pobreza de espírito” nos livra da ganância e preocupação com posses e abre um amplo espaço para a provisão de Deus.

Em segundo lugar, Jesus disse: o trabalhador merece seu sustento. Aqui vemos uma dupla verdade: o obreiro de Deus não deve se preocupar excessivamente com as coisas materiais, mas o povo de Deus nunca deve falhar em seu dever de dar ao obreiro de Deus o que ele precisa para se sustentar. Você ora pelo trabalho do evangelho e o apóia com seus recursos materiais? Jesus termina suas instruções com um aviso: se as pessoas rejeitarem o convite de Deus e recusarem sua palavra, então elas trarão condenação sobre si mesmas. Quando Deus nos dá sua palavra, vem a grande responsabilidade de responder. A indiferença não fará. Somos a favor ou contra Deus em como respondemos à sua palavra. Deus nos dá sua palavra de que podemos ter vida nele. Ele quer trabalhar e em cada um de nós para a sua glória. Deus compartilha a palavra conosco e nos manda falar com ousadia e simplicidade para os outros.

“Senhor, que a alegria e a verdade do evangelho transformem minha vida para que eu possa testemunhar isso para as pessoas ao meu redor. Conceda que eu possa espalhar sua verdade e sua luz onde quer que eu vá.