Não desprezeis as coisas simples da vida

1105

Perdemos a chance de nossa família crescer, nossas amizades, nossa missão, nosso tempo e tantas outras coisas

Amados irmãos, estamos vivendo num tempo em que a simplicidade de viver parece não ser mais possível. Os dias passam com tal velocidade, que quando paramos para olhar o calendário, percebemos que o fim do ano já chegou.

Neste corre corre, muita coisa boa é perdida! Perdemos a chance de ver nossa família crescer, nossas amizades, nossa missão, nosso tempo e tantas outras coisas.

Procuramos, insistentemente, comprar com dinheiro a felicidade, imaginamos que daremos de presente essa felicidade à nossa família, aos amigos e a nós mesmos; porém, essa felicidade é como uma torre construída de areia à beira da praia, será rapidamente destruída pelas ondas.

Deixamos de lado até a fé em Jesus Cristo, porque a felicidade que Ele nos ensina segue na contra mão da que o mundo quer nos impor.

É mais fácil conquistar o visível, o material, do que alcançar o invisível, o Reino de Deus.

Deus é tão bom, que nos deu seus milagres, para que não percamos a fé.

“Ele não exige que creiamos sem ver, afinal, sabe que somos como São Tomé: precisamos ver para crer. Por isso, bondosamente, Ele atende à nossa fraqueza de fé e nos dá a graça de ver, de apalpar Seus milagres, Seus prodígios, para nos adestrar na fé.” (Trecho do livro Combatentes na Fé, Monsenhor Jonas Abib).

Um grande abraço,
Geraldo Garcia
www.cancaonova.com