Não obrigue ninguém a viver como você

53
Não obrigue ninguém a viver como você

O que é uma inspiração interior para mim não precisa ser para o outro

O respeito para com o outro é muito importante aos olhos de Deus. E é isso o que Jesus ensina a Santa Teresa D’Ávila: “Quero que prestes muita atenção, a fim de que o demônio e tua fraca inteligência não te façam obrigar outras pessoas a viver como tu vives”.

O que nós vivemos em nossa conversão e busca de santidade não deve, de maneira nenhuma, ser norma para quem caminha ao nosso lado.

O que é uma inspiração interior para nós não precisa ser para o outro. Se formos impelidos a fazer uma espécie de sacrifício ou jejum, não devemos ficar julgando alguém que não faça o mesmo.

Normalmente, as murmurações prejudicam o aperfeiçoamento no amor. Vamos respeitar os passos que cada pessoa é capaz de dar. Sejamos compreensivos com o caminho de cada um!

Tomemos cuidado para que o demônio não nos engane no julgamento de alguém, julgamento esse que pode ser camuflado de amor fraterno. Deus é por nós!

Peçamos ao Espírito Santo o dom da sabedoria e do discernimento no trato com as pessoas.

Jesus, eu confio em Vós!

Luzia Santiago
www.cancaonova.com