Home Reflexão para Quaresma e Páscoa Nenhum Racionamento do Espírito

Nenhum Racionamento do Espírito

Nenhum Racionamento do Espírito

Quinta da Segunda Semana da Páscoa

Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus; pois não lhe dá Deus o Espírito por medida.. João 3,34

Em tempos de guerra, quando os soldados têm uma quantidade escassa de comida, eles precisam racioná-la. Eles só comem pequenas porções medidas a cada dia para que a comida dure o maior tempo possível. Se não o fizerem, podem esgotar-se e morrer de fome.

E se este fosse o caso com Deus e Sua graça? E se o Espírito Santo dissesse para nós: “Agora eu só vou ajudá-lo em um grau limitado. Uma vez que você use a graça que eu estou te oferecendo, você está por sua conta. ”Ai! Isso seria problemático.

É claro que a boa notícia é que Deus age de maneira completamente oposta conosco. Ele se compromete com o pleno derramamento do Espírito Santo e oferece toda a graça que poderíamos precisar ou desejar. O problema é que muitas vezes “racionamos” Sua graça de qualquer maneira. Nós não fazemos isso porque acreditamos que Deus é limitado. Em vez disso, muitas vezes fazemos isso porque temos medo de deixar que Deus libere seu poder onipotente em nossas vidas.

Reflita, hoje, sobre como seria sua vida se deixasse Deus fazer o que quisesse com você. O que mudaria? Como sua vida diária, seus relacionamentos, suas palavras, suas ações e seu futuro seriam diferentes? Intelectualmente falando, sabemos que é correto abraçar completamente a vontade de Deus em todas as coisas. Mas quando isso acontece, muitas vezes há muita hesitação. Pode ser medo do desconhecido. Ou pode ser que não queremos mudar totalmente. Qualquer que seja o caso, Deus está lhe oferecendo uma quantidade ilimitada de graça pelo pleno derramamento do Espírito Santo. Cabe a você decidir se vai racionar ou não.

Senhor, eu quero deixar você fazer o que quiser na minha vida. Eu quero estar totalmente imerso em sua graça. Ajude-me a dizer “sim” para você, não importa o que isso me leve e me ajude a confiar neste glorioso “sim” que você está me chamando para fazer. Jesus eu confio em vós.