O elefante e a formiga medem suas forças

472
A união na comunidade
Ajude-nos a Evangelizar

Certa vez, um elefante e uma formiga tiveram um desentendimento. O elefante se julgava dono da floresta e não respeitava os formigueiros, pisando em cima deles.

Uma formiga protestou, dizendo que elas também tinham o direito de ser respeitadas. Como não chegaram a um acordo, a formiga disse: “Já que você não quer resolver pelo diálogo, vamos decidir pela força”.

O elefante deu risada e disse: “Está bom. Pior para vocês. Vamos então decidir pela força”. E já começou a pisar nos formigueiros, com as suas patas lentas e desajeitadas. A formiga avisou as suas colegas e vieram todos os formigueiros vizinhos.

Começaram a subir no elefante pelas quatro patas, e a picá-lo por todos os lados. Ele batia com o rabo e com a tromba, para lá e para cá, mas não adiantava.

Por fim, o elefante levantou a bandeira branca e pediu nova reunião. E nesta reunião, atendeu a todas as exigências das formigas. Por isso que até hoje os elefantes respeitam os formigueiros e não pisam neles.

No mundo moderno, o grande testemunho de Cristo que as Comunidades cristãs são chamadas a dar é o da união. Somos, talvez, mais fracos que as grandes estruturas pecadoras. Mas, com a nossa união, tendo Cristo no meio, somos fortíssimos e podemos vencer até um elefante.

Unir-se é um bom começo, manter a união é um progresso e trabalhar em conjunto é a vitória.

Que Maria Santíssima nos ajude a ser “discípulos e missionários do seu Filho, para que nossos povos tenham mais vida nele” (DA).