O javali afia suas presas fora do perigo

1739

Certa vez, um javali estava afiando suas presas numa pedra. Uma raposa, que passava por ali, perguntou-lhe o motivo de estar afiando suas presas, se não havia nenhum caçador, cão de caça, ou qualquer outra ameaça rondando o local.

O javali respondeu: “Eu faço isto periodicamente para não ser forçado a afiar minhas armas no exato momento em que tiver de usá-las”.

Que sigamos o exemplo do javali e vivamos sempre preparados, já que não sabemos o dia nem a hora em que o Senhor virá ao nosso encontro. “Ficai preparados, pois na hora em que menos pensais, virá o Filho do Homem” (Mt 24,44).

Maria Santíssima, a nossa Mãe, está pronta a nos ajudar. Peçamos a intercessão dela. “Maria, ó Mãe cheia de graça, protege os filhos teus! Nós queremos contigo estar no Céu!”

Contos para catequese por: Pe Queiroz