O tempo de Deus

416
O tempo de Deus

Quarta da Terceira Semana da Quaresma

Jesus disse aos seus discípulos: “Não penses que vim abolir a lei ou os profetas. Eu vim não para abolir, mas para cumprir. ”Mateus 5,17

Às vezes, Deus parece se mover devagar … muito devagar. Talvez tenhamos achado difícil ter paciência com o tempo de Deus em nossas vidas. É fácil pensar que sabemos melhor e, se apenas orarmos com mais afinco, então empurraremos a mão de Deus e Ele finalmente agirá, fazendo o que oramos. Mas esta não é a maneira como Deus trabalha.

A Escritura acima deveria nos dar uma visão dos caminhos de Deus. Eles são lentos, firmes e perfeitos. Jesus se refere à “lei e aos profetas” afirmando que Ele não veio para abolir, mas para cumpri-los. Isso é verdade. Mas vale a pena analisar cuidadosamente como isso aconteceu.

Isso aconteceu ao longo de muitos milhares de anos. Levou tempo para o plano perfeito de Deus se desdobrar. Mas isso se desdobrou em seu tempo e em seu caminho. Talvez todos os que estavam no Antigo Testamento estivessem ansiosos para que o Messias viesse e cumprisse todas as coisas. Mas profeta depois de profeta veio e foi e continuou a apontar para a futura vinda do Messias. Até mesmo a lei do Antigo Testamento era uma maneira de preparar o povo de Deus para a vinda do Messias. Mas, novamente, foi um processo lento de formar a lei, implementando-a para o povo de Israel, capacitando-a a compreendê-la e então começando a vivê-la. 

Mesmo quando o Messias finalmente chegou, havia muitos que, em sua excitação e zelo, queriam que Ele cumprisse todas as coisas ali mesmo. Eles queriam que seu reino terrestre fosse estabelecido e eles queriam que seu recém-chegado Messias assumisse Seu Reino!

Mas o plano de Deus era muito diferente da sabedoria humana. Seus caminhos estavam muito acima dos nossos caminhos. E os seus caminhos continuam muito acima dos nossos caminhos! Jesus cumpriu todas as partes da lei e dos profetas do Antigo Testamento, simplesmente não da maneira que muitos esperavam. 

O que isso nos ensina? Nos ensina muita paciência. E nos ensina rendição, confiança e esperança. Se queremos rezat muito e rezar bem, precisamos rezar corretamente. E a maneira correta de rezar é rezar continuamente para que Tua vontade seja feita!   Novamente, isso é difícil no começo, mas torna-se fácil quando entendemos e acreditamos que Deus sempre tem o plano perfeito para nossas vidas e para cada luta e situação em que nos encontramos. 

Reflita, hoje, sobre sua paciência e sua confiança nos caminhos do Senhor. Ele tem um plano perfeito para a sua vida, e esse plano provavelmente é diferente do seu plano. Entregue-se a Ele e deixe que o Seu Santo o guie em todas as coisas.

Senhor, confio minha vida a você. Eu confio que você tem o plano perfeito para mim e para todos os seus filhos amados. Dá-me paciência para te servir e deixar que Tu traga a tua vontade divina à minha vida. Jesus eu confio em vós!