Páscoa do Senhor (Jo 20,1-9)

1766

O sepulcro estava vazio.

Vazia também se encontrava a vida daqueles que acompanharam Jesus.

Ele passou pela morte e seus discípulos e amigos estavam na escuridão.

Mas, no primeiro dia da semana, se renova a criação e de madrugada surge uma nova realidade.

A pedra foi removida, o sepulcro está vazio: anuncia Maria Madalena. Pedro e o discípulo amado vão verificar o que aconteceu.

E, ao entrarem no túmulo, não vêem mais Jesus morto, mas crêem que Jesus ressuscitou.

Seus olhos aos poucos vão se abrindo para acreditarem na ressurreição de Jesus.

Transformados, voltam para suas casas.

Celebremos hoje a Páscoa e pela fé façamos a experiência de que o amor vai além do fracasso e da morte.
Frei Jorge Paulo Schiavini, OFM Duque de Caxias/RJ