Quando você se sentir desmoronando, leia isso

5012
Catequese e formação - Quando você se sentir desmoronando, leia isso
Ajude-nos a Evangelizar

Nunca se sinta pressionado a tomar uma decisão para a sua vida se sentir que isso é o que as outras pessoas esperam de você

Nessa idade, são tantas pressões nos dizendo quem devemos ser, quando ser e o que fazer. Somos constantemente bombardeados de informações sobre o que outras pessoas da nossa idade estão fazendo e com isso vem as comparações. Tem algo de errado comigo se eu não estiver fazendo essas mesmas coisas?

Se eu der um grande passo na minha vida, isso significa que meus próximos movimentos já estão mapeados para mim?

Se eu decidir mudar de curso, isso significa que eu sou um fracasso ou que estou atrasado?

A resposta é não.

Porque a beleza da vida é que depende de nós e como a vivemos, você não é um fracasso se você ainda não terminou os estudos, você não ficou para trás só porque você ainda não é casado e/ou não tem filhos.

Muitas vezes achamos que devemos fazer o que outras pessoas da nossa idade estão fazendo, mas isso não é verdade, somos todos extremamente diferentes, e todos tomamos caminhos diferentes na vida, nenhum caminho é melhor do que o outro, apenas diferente.

Então, se todos os seus amigos estão se casando e tendo filhos, e essa ideia te aterroriza, tudo bem. Se você e mais alguém estão planejando ter um segundo filho enquanto seus outros amigos estão planejando ir para festas, tudo bem. Se está procurando desesperadamente o seu próximo passo, enquanto parece que todos os outros têm tudo garantido, isso é normal também, porque não há manual para a vida e ninguém realmente tem tudo garantido de verdade.

Portanto, nunca se sinta pressionado a tomar uma decisão para a sua vida, se sentir que é o que as outras pessoas esperam de você. Nunca sinta que você é um fracasso caso não esteja alcançando essas grandes coisas, apenas continue tentando ser o melhor que puder. Faça as decisões que o aproximem de seus objetivos, sejam eles quais forem, repare onde a vida das outras pessoas estão te levando sem sentir a necessidade de “marcar pontos”, porque todos nós sentimos um pouco de inveja dos outros, pois todos nós queremos o que vemos outras pessoas experimentando até um certo ponto.

Se você não está feliz com a sua história, espero que você tente mudar porque é o que você quer, não porque alguém fez você se sentir pressionado. Se se sentir para trás ou à frente, espero que esteja se conformado pelo fato de que não há velocidade certa, só existe a vida, então, viva a vida que você imagina, faça as coisas quando estiver pronto, e se estiver esperando ansiosamente a sua chance de alcançar grandes objetivos, tenha fé que você vai chegar lá, e vai ser exatamente quando na hora certa de chegar.

A coisa mais importante para se lembrar é que sua vida é sua própria história, às vezes louca e bonita, e ninguém quer ler a mesma história de novo, então não fique envergonhado de como sua vida parece parada; o ritmo dela pode frustrá-lo às vezes, mas ainda é seu conto para contar, e não há ninguém melhor para ditar as decisões da sua história do que você mesmo.

(De Liz Newman: When You Feel Like You’re Failing, Read This. Via Prosa e Poesia)