Você é você mesmo?

1872
Você é você mesmo?
Ajude-nos a Evangelizar

É fato que o “ser” vive uma crise de identidade, pois assumimos comportamentos que não condizem com a nossa realidade

Talvez, uma das grandes dificuldades do ser humano seja ser livre de si mesmo para ser aquilo que ele é. Tal barreira se potencializa à medida em que nos distanciamos de quem realmente nós somos e deveríamos ser em todas as ocasiões. Num mundo imediatista, reducionista e tão acelerado, atos de parar, refletir e ser profundo ou intenso naquilo que se vive não combina muito com a impulsividade que, por vezes, domina nossas atitudes e nos coloca numa superficialidade comum e precária, como se o contrário disso fosse o maior absurdo ou uma perda de tempo.

É fato que o “ser” vive uma crise de identidade, pois assumimos comportamentos que não condizem com a nossa realidade. O “fazer” é mais importante do que o “ser”, porque, afinal, “você pode fazer o que quiser com o seu corpo, pois o que você acreditava ser é, na verdade, subjetivo, e isso não importa”. Verdade? Uma pessoa que em nome de uma fé mata a outra que não crê da mesma forma que ela, está certa? Ou a mulher que tem a missão divina de gerar filhos para a perpetuação da humanidade, negando o seu “ser”, delibera “livremente” sobre prosseguir ou não uma gestação de uma outra vida em seu ventre, está ou não equivocada sobre seus poderes?

Fala-se muito em liberdade, democracia, estado laico etc, e pouco se respeita a história e a religião cristã, pois sabem que é a única expressão de fé sensata, autêntica e verdadeira, onde qualquer ser humano, e não apenas os cristãos, é respeitado e têm valor por aquilo que ele é, de fato, e não por aquilo que faz ou representa. Percebemos aí que existem forças e tendências ocultas, que não se mostram claramente, e que querem nos fazer acreditar em outros valores, podemos dizer, em outros deuses, que não o nosso Deus único e verdadeiro, Criador de todas as coisas visíveis e invisíveis.

E aí? Vamos continuar na onda, porque é mais cômodo, ou vamos mostrar para o mundo com a nossa vida que somos de Deus e vamos com Ele até o fim? Graças a Deus, eu já fiz a minha escolha.

Agora a decisão é sua!

Deus o abençoe!
Márcio Todeschini