8. Itinerário Catequético Batismal – Jovens e Adultos

38
PROJETO DE INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ COM INSPIRAÇÃO CATECUMENAL

O Batismo de adultos são aqueles considerados “saídos da infância, os que completaram sete anos de idade (cf. CDC, Cân. 97 § 2)”. O que se prescreve nos cânones acerca do Batismo de adultos aplica-se a todos os que chegaram ao uso da razão, ultrapassada a infância (CDC, Cân. 852 § 1).

As crianças que não foram batizadas na infância e, tendo atingido a idade da razão e da catequese, apresentam-se para a Iniciação Cristã, quer conduzidas pelos pais ou responsável legal, quer espontaneamente, com a permissão destes. Já são capazes de conceber e nutrir sua fé e de aceitar algo como dever de consciência, mas não podem ainda ser tratadas como adultos porque, tendo apenas conhecimentos próprios de sua idade, dependem dos pais ou responsáveis e sofrem profunda influência dos companheiros e da sociedade.

A iniciação dessas crianças, como a dos adultos, se prolonga, quando necessário, por vários anos antes da recepção dos sacramentos. É dividida em várias etapas e tempos enriquecidos de ritos que encontramos no Ritual de Iniciação à Vida Cristã de Adultos (RICA), bem como suas normas e orientações.

O jovem e o adulto buscam a Iniciação à Vida Cristã por decisão pessoal, procurando o sentido da vida, do mundo, da morte que não encontra em si e nas propostas do mundo. A iniciação de jovens e adultos à vida cristã requer o envolvimento e a responsabilidade de toda a comunidade de fé. Sobre eles, exerce grande influência positiva o testemunho da participação da comunidade nos ritos e nas celebrações que realizam a experiência de Deus, iniciada na escuta da Palavra.

Por isso, a preparação para o Batismo deve incluir a participação na Santa Eucaristia, ou melhor, aqueles que se preparam devem sentir que o Batismo brota da salvação que Jesus Cristo nos favoreceu por sua entrega livre ao sacrifício da cruz. Aquele que foi morto de forma cruenta, Deus o ressuscitou ao terceiro dia. O Ressuscitado oferece aos seus seguidores a salvação por meio do alimento sagrado: a Eucaristia.

Para que essa preparação centrada no Querigma seja efetivada, requer-se uma nova concepção de preparação de pais e padrinhos para o Batismo de seus filhos e afilhados. Essa preparação necessita de 04 (quatro) momentos interligados e necessitados um do outro, que começam depois da inscrição para a preparação batismal.

Inscrição para o Processo de Inspiração Catecumenal do Batismo

A responsabilidade da formação daquelas crianças que não receberam o Batismo e se encontram na idade da razão conforme nos ensina a Igreja (cf. CDC, Cân. 97) é feita pela catequese da comunidade. No entanto, precisa-se contar com auxílio dos catequistas da catequese batismal da comunidade, uma vez que toda ela é chamada a iniciar novos filhos no caminho cristão. O auxílio da catequese batismal se dará da seguinte forma:

PRIMEIRA FASE: Acolhida daqueles que pedem o sacramento. Pode-se realizar um encontro sobre a pessoa de Jesus Cristo (anúncio: Querigma), um momento de espiritualidade. Verificar na família se há outras crianças em idade da catequese, jovens, adultos ou idosos que não foram batizados, não receberam a Primeira Eucaristia ou a Crisma. Também podem perguntar aos que ainda não receberam o sacramento do Matrimônio, quais os porquês que justifiquem sua não celebração. Essas informações são repassadas para as devidas equipes de pastoral.

SEGUNDA FASE: Realização das etapas do RICA para crianças em idade de catequese. Essa celebração é realizada no Dia do Senhor (domingo), podendo ser conduzida de acordo com a necessidade pastoral por um Ministro Extraordinário do Batismo. Para que este momento seja solene, os responsáveis pela Catequese Batismal devem prepará-la junto com a Equipe de Liturgia, seguindo as orientações do RICA.

Os adultos são apresentados à comunidade por um introdutor, conforme itinerário próprio para eles, que terá a missão de acompanhar a participação do catecúmeno na comunidade e seu desenvolvimento espiritual, bem como sua inserção na comunidade de fé. O trabalho do introdutor também é acolher, dialogar, incentivar, conhecer a pessoa e apresentar Jesus Cristo à pessoa.

O introdutor deve incentivar e animar o itinerário espiritual do catecúmeno. Terão contatos semanais com os candidatos em suas casas, proporcionando momentos de oração, de preferência, antes ou depois da celebração dominical. Também poderão fazer estudos das cartas ao longo do processo.

O tempo da preparação (catequese) é santificado por atos litúrgicos (RICA), sendo o primeiro o rito pelo qual os adultos são recebidos na comunidade e tomam consciência de ser seus membros por já possuírem o caráter batismal.

O tempo da catequese seja adequadamente inserido no ano litúrgico, sobretudo quanto à última parte, que de ordinário se ajustará à Quaresma e ao tempo Pascal. A preparação de adultos, jovens e crianças acontecerá cada um com seu itinerário em sua própria catequese.

DIOCESE DE COLATINA