A importância de visitar o doente.

“Eu estava doente e cuidastes de mim” (Mt 25,35)

594
visitar o enfermo no hospital e acamado em casa

Ao desdobrar-se sobre esta passagem, Jesus após vivenciar e experimentar a fragilidade humana nos convida a sentir e fazer o mínimo: de amar sem medidas o sofrimento e a angústia do próximo. TER compaixão e SER compaixão, afinal, assim como o Cristo que se oferece a Si como O alívio, Obra primária da misericórdia, nós também temos esta mesma missão, não como imposição, mas como experiência da condição divina que nós o somos, graças a Imagem e Semelhança que Deus nos deu!

Assim, os doentes que se fazem presentes nos leitos dos hospitais e enfermarias, em seus lares, nos asilos etc, é o próprio Cristo que está ali, vivendo e convivendo com as feridas dos Seus pequeninos e nos chama a levar a Palavra de Esperança e Misericórdia, com gestos simples de uma visita, de uma prosa de conversa, de um  simples olhar e atenção, de segurar na mão,  afinal é um meio de aliviá-los e ajudá-los a carregar a cruz, fortalecendo-os a continuar a seguir na jornada de suas vidas.

E, também, cabe a nós denunciar, protestar, cobrar quando os nossos enfermos não têm condições básicas para seus tratamentos e amparos no momento de suas fragilidades. É nossa missão não nos calar ao vermos e/ou percebemos qualquer tipo de desdém sobre a assistências a estes pequeninos, principalmente nos âmbitos da saúde pública, familiares e da sociedade.

“Eu estava doente e cuidastes de mim” (Mt 25,35), ouvir estas palavras da própria boca do Cristo é uma das maiores alegrias que um cristão poderá ouvir, não somente por agradar aos olhos de Deus, mas de ter a certeza  que saímos de nossos mesmos e abandonamos os nossos egoísmos e limitações, sem pensar duas vezes em sair apressadamente para ajudar o próximo,  assim como a Virgem Santíssima a fez indo ao encontro da sua prima Isabel.

A missão da Pró Saúde é levar atendimento de qualidade e de humanização aos doentes dos recantos mais distantes deste país, com atendimento de saúde de primeira linha, particularmente na Amazônia. Agradeço o empenho e o trabalho de todos os colaboradores da Pró Saúde na sede e nas suas unidades. Deus os abençoe e os iluminem a continuar fazendo o bem sem olhar a quem, como o Cristo pediu!

Peçamos para que Deus nos fortaleça nesta missão de amparo ao próximo, de sermos misericordiosos, assim como Ele é. E que a Virgem Maria, Senhora de Lourdes, padroeira da Saúde, interceda por nós para sairmos apressadamente ao encontro do próximo.

Dom Eurico dos Santos Veloso

Arcebispo Emérito de Juiz de Fora, MG