Alcoolismo – uma doença social e incurável

578
Alcoolismo – uma doença social

A definição da OMS (Organização Mundial de Saúde) é perfeita: “O alcoolismo é uma DOENÇA INCURÁVEL, mas pode ESTACIONAR”. Toda a dificuldade encontra-se no ‘pode estacionar‘, porque a decisão tem que partir do dependente. E é muito difícil.

Digo, porque já passei por esta terrível experiência. Reconhecer-se um doente incapaz de vencer a doença, somente através de um ato de humildade profundo que somente o Espírito santo pode nos dar.

A imensa maioria diz: bebo quando quero e paro quando quero; só bebo no final de semana, mas se não beber, fica subindo nas paredes; vou ali tomar uma – uma dose, uma garrafa, uma dúzia?… Inverdades de quem é dependente.

Existem pessoas que podem beber; nós, dependentes NÃO PODEMOS. Os dependentes não bebem porque são irresponsáveis, vagabundos, preguiçosos… Bebem porque são doentes, e como doentes devem ser tratados no ambiente familiar. O AMOR DA FAMÍLIA é fundamental.

Uma ajuda maravilhosa chama-se AA (Alcoólicos anônimos). Foi no AA desta Paróquia de Nazaré que eu comecei a minha RECUPERAÇÃO. Agradeço a Deus por Ele me ter mostrado este caminho.

Você que passa por esta doença tem a coragem de dizer “Eu bebo”. Porque não adquire a mesma coragem para dizer “Eu sou um doente. Não bebo mais. Vou procurar ajuda”. Ninguém é doente porque quer.

Lembre-se que você nunca está ou estará sozinho. Deus está do seu lado esperando apenas que você faça A SUA PARTE. Ele repete pra você o que falou a Josué, quando Moisés faleceu: “Isto é uma ordem. Coragem! Tem ânimo! Porque onde estiveres, eu estou contigo”.

Paz e Luz

Leia mais artigos do autor:

Em Poucas Palavras

Poesias & Trovas

 Antonio Luiz Macêdo