Como falar da Campanha da Fraternidade com as crianças e os jovens?

1070
campanha da fraternidade para jovens e ciranças

A Campanha da Fraternidade deste ano convida a olhar a vida com amor, compaixão e cuidado. As reflexões propostas devem contar com a participação de todos, a partir da repercussão dos temas indicados no texto-base junto as família, a catequese, a escola e a comunidade.

As conversas devem estimular o sentido da vida cristã a luz da temática ‘Dom e Compromisso’ e o lema ‘”Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34).

Confira algumas reflexões, tiradas dos subsídios da CNBB, para trabalhar a Campanha da Fraternidade de 2020 com crianças, adolescentes e jovens. Promova momentos de oração e bate-papo:

1ª Reflexão

Quando Deus nos fez diferentes uns dos outros, levando em consideração que as minhas qualidades ajudam a superar os defeitos dos outros e as qualidades dos outros ajudam a superar os meus defeitos, ele queria verdadeiramente que percebêssemos que somos todos irmão uns dos outros.

2ª Reflexão

Jesus nos faz acreditar que toda a nossa vida se resume em amar. Amar o outro como ele é, faz toda a diferença. Por isso vale refletir: Valorizo o amor de meus pais e irmãos? Procuro amar e entender meus irmãos em casa, na escola, no trabalho e no grupo social?

3ª Reflexão

Ensinar a justiça e a compaixão a partir da leitura dos textos bíblicos nos Santos Evangelhos, aprendendo com os exemplos de Jesus.

4ª Reflexão

Promover reflexões sobre como era a natureza quando eram crianças, e ver com está hoje. Incentivar ações concretas em prol da ecologia integral. Exemplo: descarte correto do lixo como eletrônicos, itens que são recicláveis, roupas usadas, móveis velhos, etc.

5ª Reflexão

Conversar sobre a vida, com um olhar mais atento, estimulando reflexões sobre a importância de cuidar e ser cuidado, com questionamentos como: Quem cuida de você? Você cuida de quem em sua família? Você cuida da natureza?

6ª Reflexão

Incentivar as crianças, adolescentes e jovens a ouvirem as pessoas mais velhas, especialmente os avós. Sentarem para conversar e contar histórias. A vida é um dom que recebemos de Deus e que somos chamados a compartilhar.

7ª Reflexão

Leia sobre a vida da Santa Dulce. Apresente as principais virtudes da sua vida e como tudo que ela fez foi ação de testemunho de amor aos mais necessitados.

8ª Reflexão

Converse sobre o que é viver a partilhar e a paz. Traga exemplos simples, do cotidiano das crianças dentro de casa e na escola, e incentive-os a pensar sobre quando e como podem contribuir para que a paz aconteça.