Como perdoar alguém que me decepcionou?

1165
Catequese e espiritualidade - Como perdoar alguém que me decepcionou?

O perdão é imprescindível para manter a paz com o grupo e consigo. Mas perdoar não é esquecer os erros do outro ou apagar da memória os fatos, pois não é possível apagar da memória a história. Perdoar é muito mais que isso: é permitir que sua relação com quem errou esteja pautado pelo bem que ela é capaz de fazer e não pelo erro que ela fez.

Para isso é preciso ter a capacidade de reconhecer o lado bom que o outro possui. O problema é quando não conseguimos fazer essa conversão e ficamos amarrados ao problema acontecido. Dificuldade de perdoar diz respeito à capacidade de amar: quanto mais amo, mais perdoo.

Perdoar é provar para o outro que, apesar de tudo ele merece outra chance. É também reafirmar que quem perdoa necessita também ser perdoado. Mas para se chegar a esse ponto, cada um de nós necessita de tempo para ir refazendo a relação . O “mal estar” faz parte do processo de mudança, de conversão.

Paciência, humildade, oração e perseverança são elementos importantes para crescer no perdão.

No namoro

Nas relações há sempre a possibilidade de acontecer decepções. Mas o importante é que os dois não deixem acabar uma relação apenas por causa de uma decepção. É preciso discernir bem, porque o namoro deve ser um momento em que as duas pessoas crescem juntas através da experiência de amar e ser amado. Quando isso não acontece, quando há incômodo, desrespeito ou descompromisso, é sinal de que um (ou os dois) não está valorizando o outro. Aí é hora de rever.

Melhor o afastamento ou o término da relação, mesmo que isso doa, do que continuar algo que caminha completamente no sentido contrário ao que deveria ser uma relação de namoro. É importante avaliar qualquer decepção para identificar se houve algum erro, se isso se confirmar cuidar para que esse erro não venha a ser repetido.