Como posso perdoar o outro e recomeçar a minha vida?

261
Como posso perdoar o outro e recomeçar a minha vida

Quem serei eu se perdoar?

Qual a pena que você daria para quem estuprou e matou sua filha? Quantos anos de prisão ele merece? Até “apodrecer” na cadeia? O problema é que, no final da pena, você também terá “apodrecido”; terá envelhecido mil anos. Temos de concordar, é muito difícil perdoar, porém é necessário para o nosso próprio bem. 

Nem sempre quem você precisa perdoar é um assassino ou um estuprador, mas mesmo assim, aprisionamos a pessoa que nos feriu em celas que estão dentro de nós. Por exemplo, coloque-se no lugar de uma esposa que foi abandonada por seu marido: como você se sentiria vendo ele feliz com outra mulher? É difícil ver quem nos feriu feliz, não é mesmo? Talvez, você gostaria que ele estivesse “preso”, sofrendo. Desejando que estivesse sofrendo tanto quanto você. Perdoar a pessoa que mais te machucou, sem ter nenhum sentimento de vingança é um grande desafio.

Como perdoar e recomeçar a vida novamente? Quem serei eu se perdoar? Pode ser que, até aqui só tenha sido esposa. E, agora, quem eu sou? Como justificar minha prostração, minha falta de iniciativa, minha vida derrotada? É mais fácil continuar a vítima desse “vilão”. É só permanecer igual, sofrendo. Conheço pessoas que vivem uma vida toda com mágoas, rancores e lágrimas e, tais coisas, alimentam diariamente o vilão que mora dentro delas.

É preciso ter coragem de olhar o outro por trás da máscara de vilão. Mais coragem ainda é necessária para se ver por trás da máscara de vítima. É preciso ter coragem para dizer a quem nos machucou (mesmo que em pensamento): “Eu te liberto de dentro de mim. Você está livre para ser feliz, você não me deve mais nada”.

Adriana Potexki
www.cancaonova.com