E se a dor doer demais?

761
E se a dor doer demais?

Quando Jesus diz: “Não temas! Eu estou contigo“, isto vale para toda e qualquer circunstância, sobretudo aquelas que se enquadram no binômio bíblico do contraste (Ec 3): alegria e dor; riso e pranto; vida e morte.

É, no entanto, nas perdas temporárias e definidas de entes queridos, que a dor dói mais. Aí, a segunda opção de cada binômio gera a via dolorosa: morte-dor-pranto.

Nesses momentos as palavras do Senhor devem fazer eco no coração: “Não temas! Eu estou contigo“. E Ele verdadeiramente está. No mistério insondável da dor, Ele sofre conosco, Ele chora conosco.

Se a dor doer demais, acolha e abrace o sofrimento, por Jesus, sabendo que daí germinará a semente de sua consolação. Sabe por quê? “A dor com Jesus dói, mas dói diferente” – nos ensina o padre Jorge Hermes.

Paz e Luz

Antonio Luiz Macêdo

 

Leia mais obras do autor:

Leia mais obras do autor:

Conta-gotas Do Dia a Dia (no final da página)

______________________________

Antonio Luiz Macêdo