A família, comunhão de pessoas

753
A família, comunhão de pessoas

PRECISAMOS MUITO DE SUA AJUDA

Estimados irmãos venho aqui pedir a sua ajuda se possível for. Estamos com uma divida acumulada de R$ 4183,00. Pra complicar minha situação tenho pai acamado. Diante das dificuldades que todos estamos passando compreendo o qto esta difícil para todos, mas se vc tiver a possibilidade de AJUDAR COM UMA DOAÇÃO sera de muita ajuda para diminuir as dividas. . - Clique aqui para Doar

No matrimônio e na família constitui-se um complexo de relações interpessoais – vida conjugal, paternidade-maternidade, filiação, fraternidade – mediante as quais cada pessoa humana é introduzida na «família humana» e na «família de Deus», que é a Igreja.

Nenhum Ser Humano nasceu “ilha“. Desde o momento de sua concepção o relacionamento inicia-se de forma consciente para os pais e inconsciente para o embrião – mas é um relacionamento.

O que vem a ser relacionar-se? Criar laços. Laços afetivos e efetivos; laços de sentimento e emoções. E nesse parâmetro se dá o que o título deste parágrafo sugere: COMUNHÃO. Ou comum união, ou união comum entre as pessoas. É assim a Família: um encontro de pessoas que vivem numa comunhão recíproca entre si.

A graça do Matrimônio tem um papel preponderante nesta Comunhão, porquanto é dela que brota a força regeneradora e renovadora da Família que recebeu a bênção do Senhor.

Não é a Comunidade Familiar que favorece esta Comunhão de pessoas, mas a UNIDADE entre as pessoas é que determina de maneira sóbria e firme, a Família que Deus projetou.

As Famílias desagregadas, no entanto, não podem perder a esperança de uma reconstrução dos relacionamentos fragilizados ou perdidos. Para isso, Jesus imolou-se na cruz, a fim de que pelo poder do seu sangue derramado pudesse reconstruir e transfigurar os laços quebrados, rompidos.

A luta pelo relacionamento equilibrado dentro da Comunidade Familiar deve contar com a presença constante do Espírito Santo, que representa o Amor da Trindade entre o Pai e o Filho. Sem Ele, a vulnerabilidade das inter-relações pessoais corre um sério risco de serem afetadas pelos “dardos inflamados do Maligno“.

A oração, o sacramento da Confissão e a Eucaristia são remédios eficazes e preventivos contra todos os ataques que se voltam contra as famílias bem relacionadas, porque trazem dentro de si a FORÇA PODEROSA DO ALTÍSSIMO, à qual nenhum mal poderá atingir.

Paz e Luz

Antonio Luiz Macêdo

Leia mais obras do autor:

Conta-gotas Do Dia a Dia (no final da página)

______________________________

Antonio Luiz Macêdo