Mãe prendia filho no seu avental

26

Havia, certa vez, uma mãe que prendia o filho com uma tira de pano, amarrada na cintura do menino e no seu avental. Isso para que ele não caísse e ela pudesse trabalhar.

Mas o garoto foi crescendo, adquirindo forças e, um dia, arrebentou a tira e saiu correndo, com o pedaço da tira amarrado à cintura. Foi para a beira do, no qual havia uma cachoeira logo abaixo.

Ao chegar perto, escorregou no barranco e caiu dentro da água. Felizmente, a tira prendeu-se em um toco de árvore e o segurou na correnteza. Assim deu tempo de a mãe chegar e salvá-lo.

A educação que os pais dão, mesmo que o método não seja dos melhores, é abençoada por Deus.

“Filhos, obedecei a vossos pais, no Senhor, pois isso é de justiça: ‘Honra teu pai e tua mãe’. Este é o primeiro mandamento, que vem acompanhado de uma promessa: ‘a fim de que sejas feliz e tenhas longa vida sobre a terra” (Ef 6,1-3). “Quem usa de brutalidade para com o pai ou a mãe, é um filho desonrado e infame” (Pv 19,26).