Mateus 5, 17-19 o cumprimento da lei

531
Estudo do Evangelho

PRECISAMOS MUITO DE SUA AJUDA

Estimados irmãos venho aqui pedir a sua ajuda se possível for. Estamos com uma divida acumulada de R$ 4183,00. Pra complicar minha situação tenho pai acamado. Diante das dificuldades que todos estamos passando compreendo o qto esta difícil para todos, mas se vc tiver a possibilidade de AJUDAR COM UMA DOAÇÃO sera de muita ajuda para diminuir as dividas. . - Clique aqui para Doar

“Aquele que cumpre os mandamentos e os ensina será chamado grande”

Escritura: Mateus 5: 17-1917 Não penseis que eu vim para abolir a lei e os profetas; não vim para os abolir, mas para cumpri-los. 18 Pois, em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota, nem um ponto, passará da lei até que tudo seja cumprido 19 Quem quer que então relaxe um dos menores destes mandamentos e assim ensine os homens, será chamado menos no reino dos céus, mas aquele que os faz e os ensina será chamado grande no reino dos céus.

Estudo do Evangelho Por que as pessoas tendem a ver a “lei de Deus” negativamente, em vez de positivamente? A atitude de Jesus para com a lei de Deus pode ser resumida na grande oração do Salmo 119: “Oh, como amo a tua lei! É a minha meditação o dia todo. ”Para o povo de Israel, a“ lei ”poderia se referir aos dez mandamentos ou aos cinco livros de Moisés, chamados de Pentateuco, que explicam os mandamentos e ordenanças de Deus para seu povo. A “lei” também se referia a todo o ensino ou modo de vida que Deus deu ao seu povo. Os judeus no tempo de Jesus também o usavam como uma descrição da lei oral ou dos escribas. É desnecessário dizer que os escribas acrescentaram muito mais coisas à lei do que Deus pretendia. É por isso que Jesus muitas vezes condenou a lei dos escribas. Colocou fardos em pessoas que Deus não pretendia. Jesus, no entanto,

A lei de Deus é a verdade e quando vivemos de acordo com essa verdade produz os frutos de justiça, santidade, paz e alegria. Jesus ensinou reverência pela lei de Deus – reverência pelo próprio Deus, pelo Dia do Senhor, reverência ou respeito pelos pais, respeito pela vida, pela propriedade, pelo bom nome de outra pessoa, respeito por si mesmo e pelo próximo para que desejos errados ou prejudiciais nos dominem. . A reverência e o respeito pelos mandamentos de Deus nos ensinam o caminho do amor – amor a Deus e amor ao próximo. O que é impossível aos homens é possível a Deus e àqueles que têm fé em Deus. Deus nos dá a graça de amar como ele ama, perdoar como ele perdoa, pensar como ele pensa e agir como ele age. O Senhor ama a justiça e odeia a maldade. Como seus seguidores, devemos amar seus mandamentos e odiar toda forma de pecado.

“Senhor Jesus, conceda este dia, para dirigir e santificar, para governar e governar nossos corações e corpos, para que todos os nossos pensamentos, palavras e ações possam estar de acordo com a lei de seu Pai e assim poderemos ser salvos e protegidos através de sua poderosa ajuda. .