O matrimônio e a comunhão entre Deus e os homens

2550
matrimônio e casamento

Nos passos de São João Paulo II

“A comunhão de amor entre Deus e os homens, conteúdo fundamental da Revelação e da experiência de fé de Israel, encontra uma sua significativa expressão na aliança nupcial, que se instaura entre o homem e a mulher”.

A palavra COMUNHÃO expressa em sua totalidade o que o matrimônio representa: uma união com, uma comum união entre os cônjuges. Não apenas entre eles, mas também com relação ao Senhor, porquanto na matemática divina 1+1=3 – Homem, Mulher e Deus.

Esta COMUNHÃO decorre da continuidade do vínculo de Amor entre Deus e o seu povo; referindo-se também ao Amor trinitário.

O vínculo do Amor Conjugal se expressa e se exterioriza no compromisso recíproco que o Homem e a Mulher realizam diante de Deus, na presença do seu Ministro e demais testemunhas. É um momento propício este, para que você relembre e renove o seu Matrimônio: “Eu (nome) te recebo como minha esposa, e te prometo ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-te e respeitando-te todos os dias da minha vida”. Você que é esposa e está lendo o texto, repita no coração estas palavras: “Eu (nome) te recebo como minha esposa, e te prometo ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-te e respeitando-te todos os dias da minha vida”.

O sinal significativo de FIDELIDADE deste compromisso realizado a Três é a ALIANÇA – Amor de Deus pra com o seu povo, e o Amor Conjugal que une vocês.

Esta Aliança não deve ser quebrada. Deve ser preservada até o final dos dias de cada um. O seu rompimento é sinal de desobediência e infidelidade para com o Senhor e o seu cônjuge. Adulterar quer dizer falsificar. Quando um ou os dois cônjuges adulteram, eles estão falsificando e destruindo as palavras de Jesus em relação ao Matrimônio: “Não separe pois, o homem, o que Deus uniu”.

Fonte: Familiaris Consortio

Paz e Luz

Antonio Luiz Macêdo

Leia nossos Artigos:

Evangelização Integrada

Fragmentos de Salmos (Salmo em negrito)

Gota de Esperança

Antonio Luiz Macêdo