O que acontece quando não confessamos todos os pecados?

342
confessar com o padre, sacramento da confissão

confissão é o momento em que podemos colocar diante de Deus os nossos pecados e receber o seu perdão. Mas nessa hora tão importante acontece de às vezes não contarmos todos os pecados. Você já passou por isso?

O padre Luiz Carlos de Oliveira, que é missionário redentorista e trabalha no Santuário Nacional, já se deparou muitas vezes com essa situação no confessionário e disse que isso pode ocorrer por alguns motivos. Ele vai explicar esse assunto pra gente!

O primeiro motivo é o esquecimento. “Quando você esquece algum pecado na hora da confissão não fique preocupado pensando se Deus perdoa, porque quando o padre fala na confissão ‘eu te absolvo de TODOS os seus pecados’, isso é dito por que Deus perdoa sempre”, explica.

Outra situação que pode acontecer é a “falta de liberdade” para confessar um pecado. “Às vezes acontece de uma pessoa não conseguir contar os seus pecados para um padre. Se alguém não encontrou liberdade para contar um pecado, ele vai ficar para uma nova confissão”, esclarece o missionário.

Por fim, se alguém esconde um pecado intencionalmente, ou seja, não quis falar sobre ele na confissão por algum motivo, o padre explica que essa “confissão se torna nula” e por não ter validade, o fiel precisa buscar o arrependimento para poder voltar à confissão com mais consciência.

Precisamos entender que a confissão é um sacramento que tem o poder de perdoar todos os nossos pecados. Padre Luiz fala que o perdão é dado “pela graça de Deus, e não tanto pelo esforço humano”, ou seja, é um desejo de Deus nos perdoar primeiro.

Quando for à confissão, vá de coração aberto buscando fazer desse momento uma ocasião para crescer na fé, mudar de vida e fazer a experiência do amor e da misericórdia de Deus.

Quando temos um bom entendimento do que a confissão representa para a nossa vida, esse momento não serve apenas para descarregar pecados sem compromisso e sem mudança de vida. Afinal, Deus está de braços abertos para nos perdoar sempre, mas assumir a nova vida que Ele quer nos dar depende apenas de nós! 

Abaixo, listamos os quatro passos para a confissão!

Uma confissão segue quatro passos bem simples. O primeiro deles é fazer o exame de consciência para refletir sobre os atos, palavras e pensamentos que podem ter nos afastado de Deus ou ofender as pessoas. Depois é importante manifestar o firme desejo de não voltar a pecar e fazer isso de coração contrito, ou seja, arrependido. Chega o momento da confissão dos pecados, onde se deve dizer ao padre de forma clara e objetiva os pecados. No final, o padre oferece a absolvição dos pecados e uma penitência que deve ser cumprida com alegria e nos ajudar a não cometer o pecado novamente.

Sabemos que muitas vezes é difícil não voltar a cometer alguns erros, mas este é um exercício de fé, quanto mais fizermos, mais apreendemos no nosso coração e isso vai nos levar a perfeição em Deus.