Pensava que a felicidade eu levava no bolso

506
Pensava que a felicidade eu levava no bolso

PRECISAMOS MUITO DE SUA AJUDA

Estimados irmãos venho aqui pedir a sua ajuda se possível for. Estamos com uma divida acumulada de R$ 4183,00. Pra complicar minha situação tenho pai acamado. Diante das dificuldades que todos estamos passando compreendo o qto esta difícil para todos, mas se vc tiver a possibilidade de AJUDAR COM UMA DOAÇÃO sera de muita ajuda para diminuir as dividas. . - Clique aqui para Doar

Onde está a felicidade? Com certeza para um catador de lixo, a felicidade se encontra no aterro sanitário; para o sertanejo, na roça de milho e feijão; para o pobre, na sua choupana de palha; para os ricos, nos palácios e no seu dinheiro (eles pensam que a felicidade mora no bolso).

Ledo engano! Porque o aterro, o roçado, a choupana, os palácios e o dinheiro passam, e com eles a ‘felicidade‘. A Felicidade, porém, nunca há de passar, apesar de estar em nós, morar em nós e viver em nós. Não é uma questão de ‘ser‘, e muito menos de ‘ter‘: é uma questão de FE-licidade.

A felicidade é um tesouro que não se leva no bolso, porque ela mora na alma, no coração. É aí o seu lugar. Jamais a encontraremos fora de nós.

“O que fazer para encontrá-la?” Recicla o lixo de tua vida; planta sementes de esperança em teu coração; transforma as palhas da choupana em telhas de vidro; constrói palácios de sonhos. Quanto ao dinheiro… Basta que nunca digas: “Pensava que a felicidade eu levava no bolso“.

Paz e Luz

Leia mais Artigos de Antonio Luiz Macêdo:

Minhas Reflexões (início da página)

Antonio Luiz Macêdo