Se Deus me perdoa, por que me confessar?

508
Se Deus me perdoa, por que me confessar?

Esta pergunta me foi dirigida por um amigo protestante. Na realidade, respondi: você tem apenas 50% de razão. Você pecou, reconheceu o seu pecado, arrependeu-se, fez um propósito de não mais cometer aquele pecado, e pediu perdão a Deus de coração sincero… É claro que Deus já perdoou você. Mas falta a outra metade.

No domingo da Ressurreição à tardinha, Jesus aparece aos apóstolos, deseja-lhes a paz e diz: “Recebei o Espírito Santo! Aqueles a quem perdoardes, serão perdoados; aqueles que não perdoardes, não serão perdoados.” Jesus deu o poder ao Sacerdote de nos perdoar pelos pecados cometidos.

São Paulo nos dá uma definição maravilhosa de Igreja quando diz em Colossenses 1,18 e 1Coríntios 12,12: “A Igreja é o corpo místico de Cristo, onde Cristo é a cabeça e nós os membros.” As consequências de um dedo machucado e não tratado atingem todo o corpo. Assim acontece com o pecado. Pela sua dimensão social ele atinge todos os membros da Igreja. Que condições teríamos de pedirmos perdão a todos os que nós ofendemos? O Sacerdote é o representante de todos, para perdoar a cada um.

Aconselho ler o texto contido neste link: http://postaroque.blogspot.com.br/2013/02/deus-perdoa-os-pecados-ou-o-pecador.html

Paz e Luz

Antonio Luiz Macêdo

Leia mais obras do autor:

Em Poucas Palavras

Gotas de Reflexões Bíblicas

Poesias & Trovas

Acesse também:

Evangelização Católica

______________________________

Antonio Luiz Macêdo