Semana Santa e Celular!

91
semana santa

Pedido de ajuda !

PRECISAMOS MUITO DE SUA AJUDA

Estimados irmãos venho aqui pedir a sua ajuda se possível for. Estamos com uma divida acumulada de R$ 4183,00. Pra complicar minha situação tenho pai acamado. Diante das dificuldades que todos estamos passando compreendo o qto esta difícil para todos, mas se vc tiver a possibilidade de AJUDAR COM UMA DOAÇÃO sera de muita ajuda para diminuir as dividas. . - Clique aqui para Doar

EStimados irmãos venho aqui pedir a sua ajuda se possível for. Inicio do ano o site estava com uma divida de 4 mil reais e agora ja esta a 6 mil. Pra complicar minha situação tenho pai acamado e desde dia 29/03 minha filhinha de 1 ano e 3 meses esta internada com probs respiratorio. (são gemeas uma esta internada e a outra estou cuidando em casa) Por isso tenho atrasado as liturgias. Diante das dificuldades que todos estamos passando compreendo o qto esta dificil para todos, mas se vc tiver a possibilidade de AJUDAR COM UMA DOAÇÃO sera de muita ajuda para diminuir as dividas.

Clique aqui para doar R$ 10,00

Ou deposito no Itau: Anderson roberto Fuzatto – agencia 9098 conta corrente 20575-1

Ou Pic pay clique aqui

Quando vamos participar da Santa Missa em uma Igreja Paroquial a primeira providência que devemos tomar é desligar o telefone celular. Não é aconselhável atender o telefone ou mesmo responder a whatssap quando estamos participando da Celebração da Santa Eucaristia.

É muito comum ouvirmos aquele famoso toque do telefone celular ou o alerta das mensagens que entram em nossos aplicativos. Como isso incomoda e tira a atenção da missa em que estamos, como presbíteros, presidindo e que o povo santo de Deus participa ativamente.

Entretanto, em vistas da pandemia do COVID 19 o aparelho celular tem sido um companheiro de grande valia. É por ele que estamos acompanhando a celebração da Santa Missa em nossa Paróquia de São Mateus pelo Instagran.

Mas quando nós estamos participando da Semana Santa pelas mídias sociais devemos repetir o que devemos fazer quando estamos na celebração presencial: deixar tudo de lado e participar da Santa Missa, com a consequente comunhão espiritual, de maneira completa e plena. Não iremos responder a nenhuma mensagem e nem iremos acionar a nenhum outro aplicativo. O aparelho celular quando da transmissão da Santa Missa é o nosso canal de comunhão da nossa Igreja Doméstica com o padre que preside a celebração desde a Igreja Matriz de São Mateus ou no oratório do Apartamento Paroquial.

Que nós possamos aprender a usar o aparelho celular como um momento de intimidade com o Senhor que caminhará conosco nesta semana no Depósito do Senhor(2ª. Feira), no Encontro de Jesus com a Virgem das Dores rumo ao Calvário(3ª. Feira), na meditação das Dores de Nossa Senhora(4ª. Feira), na celebração da Instituição da Santa Eucaristia e da Celebração do Mandamento Novo(5ª. Feira), na Ação Litúrgica da Paixão e Morte do Senhor(6ª. Feira – único dia do ano em que não se celebra a Santa Eucaristia), na Via Sacra e na memória do descendimento da Cruz(6ª. Feira Santa), na Vigília Pascal, este ano mais resumida(Sábado Santo) e na Celebração da Páscoa(Domingo da Ressurreição) com a sua oitava solene e festiva de eternos aleluias, porque o Senhor Ressuscitou, verdadeiramente, Aleluia, Aleluia, Aleluia!

Por isso, em todos estes momentos, da Celebração da Santa Missa e da Ação Litúrgica, rezemos a oração de comunhão espiritual: “Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me Convosco inteiramente. Ah! não permitais que torne a separar-me de Vós”(cf. Santo Afonso Maria Ligório, CSsR, Bispo e Doutor da Igreja, fundador dos Missionários Redentoristas).

Nesta semana vamos revalorizar dois tesouros importantes na vida da Igreja: Na véspera de sua paixão Jesus instituiu dois sacramentos importantíssimos para a vida da Igreja, que são o Sacramento da Ordem e o Sacramento da Eucaristia. Estes sacramentos são simbolizados, realizados no lava-pés. Não existe maior prova de amor do que dar a vida pelo irmão, disse o próprio Jesus. E essa celebração mostra que Ele instituiu esses dois sacramentos por amor.

Por isso nesta semana o seu celular será o seu canal de participação dos Mistérios da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus: quando eu não participo significa que eu escolho não fazer parte desse grande evento que é o memorial da nossa salvação. Aqui está o grande motivo para participarmos e participarmos bem, pelos nossos celulares da Semana Santa.

Como pediu o Papa Francisco, na última sexta-feira, dia 03 de março, “Mesmo isolados, o pensamento e o espírito podem ir longe com a criatividade do amor. Isto é necessário hoje: a criatividade do amor.” “Esta fé pascal nutre a nossa esperança. Gostaria de compartilhá-la com vocês esta noite. É a esperança de um tempo melhor, para sermos melhores, finalmente libertados do mal e desta pandemia.” Francisco então concluiu: “Eu lhes agradeço por terem me permitido entrar em suas casas. Façam um gesto de ternura por quem sofre, pelas crianças, pelos idosos. Digam a eles que o Papa está próximo e reza, para que o Senhor nos liberte a todos em breve do mal. E vocês, rezem por mim. Bom jantar. Até logo!”. Unidos ao Papa Francisco, também, humildemente peço licença para entrar na sua casa nesta Semana Santa pelo seu celular para vivermos a ternura de Jesus que morreu na cruz para que todos tivéssemos vida e vida plena!

Padre Mário Sérgio Bittencourt e CarvalhoPároco da Paróquia São Mateus, Belo Horizonte, MG